Bem-vindo(a) ao oficial

Artigo técnico

Role a tela para ler

Seção 01

Introdução

A missão do Libra é oferecer uma moeda global simples e uma infraestrutura financeira que capacite bilhões de pessoas.

Este documento destaca nossos planos para um novo blockchain descentralizado, uma criptomoeda de baixa volatilidade e uma plataforma de contrato inteligente, que buscam criar em conjunto uma nova oportunidade para a inovação responsável de serviços financeiros.

Descrição do problema

O advento da internet e da banda larga móvel permitiu que bilhões de pessoas tivessem acesso global a conhecimento e informações do mundo todo, comunicações com alta fidelidade e uma ampla variedade de serviços mais convenientes e de menor custo. Esses serviços agora podem ser acessados usando um smartphone de 40 dólares de praticamente qualquer lugar no mundo.1 Essa conectividade impulsionou o fortalecimento econômico, permitindo que mais pessoas acessem o ecossistema financeiro. Trabalhando em conjunto, as empresas de tecnologia e as instituições financeiras também encontraram soluções para ajudar a aumentar o fortalecimento econômico no mundo todo. Apesar desse progresso, grandes faixas da população mundial ainda são deixadas para trás — 1,7 bilhão de adultos no mundo todo ainda estão fora do sistema financeiro, sem acesso a um banco tradicional, apesar de um bilhão deles ter um celular e cerca de meio bilhão ter acesso à internet.2 

Para muitos, partes do sistema financeiro se assemelham às redes de telecomunicações da era pré-internet. Há vinte anos, o preço médio de envio de SMS na Europa era de 16 centavos de dólar por mensagem.3 Hoje, qualquer pessoa com um smartphone pode usar um plano de dados básico para se comunicar com o mundo todo gratuitamente. Naquela época, os preços das telecomunicações eram altos, mas uniformes. Enquanto hoje, o acesso a serviços financeiros é limitado ou restrito para as pessoas que mais precisam — aquelas afetadas pelo custo, a confiabilidade e a capacidade de enviar dinheiro de forma integrada. 

Em todo o mundo, as pessoas com menos dinheiro pagam mais pelos serviços financeiros. Rendas conquistadas com trabalho árduo são reduzidas por taxas, que vão desde custos de transferências e despesas bancárias até saques a descoberto e tarifas de caixa eletrônico. Os créditos consignados podem cobrar taxas de juros anuais de 400% ou mais, e as despesas de financiamento podem chegar a 30 dólares para um empréstimo de apenas 100 dólares.4 Quando se pergunta às pessoas por que elas evitam o sistema financeiro existente, aquelas que não têm contas bancárias indicam como motivos a falta de fundos suficientes, as altas e imprevisíveis taxas, a distância até os bancos e a falta da documentação necessária.5 

Blockchains e criptomoedas têm várias propriedades exclusivas que têm o potencial de resolver alguns dos problemas de acessibilidade e confiabilidade. Essas propriedades incluem: governança distribuída, que garante que nenhuma entidade exclusiva controle a rede; acesso livre, que permite a participação de qualquer pessoa que tenha uma conexão com a internet; e segurança por meio da criptografia, que protege a integridade dos fundos. 

Mas os sistemas de blockchain existentes ainda precisam conquistar o público geral. O uso em massa de blockchains e criptomoedas existentes no mercado tem sido dificultado por sua volatilidade e falta de escalabilidade, o que, até agora, os torna opções ruins enquanto recursos de reservas de valores e meios de troca. Alguns projetos também buscaram interromper o sistema existente e contornar os regulamentos em vez de inovar nas frentes de conformidade e regulamentação para melhorar a eficácia do combate à lavagem de dinheiro. Acreditamos que colaborar e inovar com o setor financeiro, incluindo reguladores e especialistas em diversos setores, é a única maneira de garantir que uma estrutura sustentável, segura e confiável apoie esse novo sistema. Essa abordagem pode dar um grande salto em direção a um sistema financeiro global mais conectado, mais acessível e de menor custo.

A oportunidade

À medida que embarcamos juntos nesta jornada, acreditamos que seja importante compartilhar nossas crenças para alinhar a comunidade e o ecossistema que pretendemos criar em torno desta iniciativa:

  • Acreditamos que um número maior de pessoas deve ter acesso a serviços financeiros e a capital barato.
  • Acreditamos que as pessoas têm um direito inerente de controlar o fruto de seu trabalho.
  • Acreditamos que um movimento de dinheiro global, aberto, instantâneo e de baixo custo criará uma imensa oportunidade econômica e mais comércio em todo o mundo.
  • Acreditamos que as pessoas confiarão cada vez mais em formas descentralizadas de governança.
  • Acreditamos que uma infraestrutura financeira e uma moeda global devem ser desenvolvidas e governadas como um bem público.
  • Acreditamos que todos temos a responsabilidade de fomentar a inclusão financeira, apoiar atores éticos e defender continuamente a integridade do ecossistema.

Seção 02

Apresentando o Libra

O mundo realmente precisa de uma moeda digital confiável e uma infraestrutura que, juntas, cumpram com a promessa da “internet do dinheiro”. 

A proteção de seus ativos financeiros no dispositivo móvel deve ser simples e intuitiva. Movimentar dinheiro globalmente deve ser tão fácil, econômico e até mais seguro que enviar um SMS ou compartilhar uma foto, independentemente de onde você mora, do que faz ou de quanto ganha. Inovações do produto e entradas adicionais no ecossistema permitirão uma diminuição das barreiras de acesso e do custo do capital para todos, facilitando os pagamentos sem obstáculos para mais pessoas. 

Agora é o momento de criar um novo tipo de moeda digital desenvolvida sobre a base da tecnologia blockchain. A missão do Libra é a de ser uma moeda global simples e uma infraestrutura financeira que capacite bilhões de pessoas. O Libra é composto por três partes que funcionarão juntas para criar um sistema financeiro mais inclusivo: 

  1. É desenvolvido em um blockchain seguro, escalável e confiável; 
  2. É lastreado por uma reserva de ativos criada para garantir seu valor intrínseco; 
  3. É governado pela Associação Libra, uma organização independente encarregada do desenvolvimento do ecossistema. 

A moeda de Libra é desenvolvida em torno do “Blockchain Libra”. O software que implementa o Blockchain Libra foi criado com código aberto de modo a atender um público global — projetado para que todos possam desenvolvê-lo e para que bilhões de pessoas possam contar com ele para suas necessidades financeiras. Imagine um ecossistema aberto e interoperável de serviços financeiros, que os desenvolvedores e as organizações construirão para ajudar pessoas e empresas a manter e transferir Libra para o uso cotidiano. Com a proliferação de smartphones e dados sem fio, cada vez mais pessoas estarão online e poderão ter acesso a Libra por meio desses novos serviços. Para permitir que o ecossistema Libra alcance essa visão com o tempo, o blockchain foi desenvolvido desde o início para priorizar escalabilidade, a segurança e a eficiência no armazenamento e na taxa de processamento, além de futura adaptabilidade. Continue a ler para ter uma visão geral do Blockchain Libra ou leia o documento técnico

A unidade monetária é chamada “Libra”. O Libra precisará ser aceito em muitos lugares e de fácil acesso para aqueles que desejarem usá-lo. Em outras palavras, as pessoas precisam acreditar que poderão usar o Libra e que seu valor permanecerá relativamente estável com o tempo. Diferentemente da maioria das criptomoedas, o Libra é totalmente respaldado por uma reserva de ativos reais. Um cesto de depósitos bancários e títulos públicos de curto prazo será mantida na Reserva Libra para cada Libra criado, gerando confiança em seu valor intrínseco. A Reserva Libra será administrada com o objetivo de preservar o valor do Libra ao longo do tempo. Continue a ler para obter uma visão geral do Libra e da reserva ou saiba mais aqui

A Associação Libra é uma organização de membros independente e sem fins lucrativos com sede em Genebra, na Suíça. O objetivo da associação é coordenar e fornecer uma estrutura de governança para a rede e a reserva, e liderar a concessão de subsídios de impacto social em apoio à inclusão financeira. Este informe técnico é uma reflexão de sua missão, visão e alcance. Os membros da associação são formados por uma rede de nós validadores que operam o Blockchain Libra. 

Os Membros da Associação Libra consistirão de instituições acadêmicas, organizações internacionais e sem fins lucrativos, e empresas de diversos setores, distribuídas geograficamente. O grupo inicial de organizações que trabalharão juntas para completar o quadro da associação, tornando-se "Membros Fundadores" no momento em que tal ocorrer, por setor: 

  • Pagamentos: PayU (braço fintech da Naspers)
  • Tecnologia e mercados: Facebook/Calibra, Farfetch, Lyft, Spotify AB, Uber Technologies, Inc. 
  • Telecomunicações: Iliad, Vodafone Group 
  • Blockchain: Anchorage, Bison Trails, Coinbase, Inc., Xapo Holdings Limited 
  • Capital de risco: Andreessen Horowitz, Breakthrough Initiatives, Ribbit Capital, Thrive Capital, Union Square Ventures 
  • Organizações internacionais e sem fins lucrativos, e instituições acadêmicas: Creative Destruction Lab, Kiva, Mercy Corps, Women’s World Banking 

Esperamos ter aproximadamente 100 membros da Associação Libra até o lançamento, no primeiro semestre de 2020. 

As equipes do Facebook tiveram uma participação essencial na criação da Associação Libra e do Blockchain Libra, em conjunto com os demais Membros Fundadores. Embora a tomada de decisão final seja de competência da associação, o Facebook deverá manter um papel de liderança durante o ano de 2019. O Facebook criou o Calibra, uma subsidiária regulamentada, para garantir a separação entre os dados sociais e financeiros, bem como para desenvolver e operar serviços em seu nome com base na rede Libra. 

Assim que a rede Libra for lançada, o Facebook e suas afiliadas terão os mesmos compromissos, privilégios e obrigações financeiras que os outros Membros Fundadores. Como um membro entre muitos, o papel do Facebook na governança da associação será igual ao de seus pares. 

No que se refere à capacidade de participar como um nó validador, os blockchains podem ser designados como “com permissão” ou “sem permissão”. Em um “blockchain com permissão”, o acesso para administrar um nó validador é concedido. Em um “blockchain sem permissão”, qualquer pessoa que atender aos requisitos técnicos poderá administrar um nó validador. Nesse sentido, o Libra começará como um blockchain com permissão. 

Para garantir que o Libra seja realmente aberto e sempre opere em função dos interesses de seus usuários, nossa ambição é que a rede Libra se torne sem permissão. O desafio é que, atualmente, não acreditamos que exista uma solução comprovada que possa oferecer a escala, a estabilidade e a segurança necessárias para apoiar bilhões de pessoas e transações em todo o mundo por meio de uma rede sem permissão. Uma das diretivas da associação será trabalhar com a comunidade para pesquisar e implementar essa transição, que começará dentro de cinco anos a partir do lançamento público do ecossistema e Blockchain Libra. 

Essencial para o espírito do Libra, em seu estado com permissão e sem permissão, o Blockchain Libra será aberto para todos: qualquer consumidor, desenvolvedor ou empresa poderá usar a rede Libra, criar produtos com base nela e agregar valor por meio de seus serviços. O acesso aberto garante menores barreiras à entrada e à inovação, e incentiva uma concorrência saudável que beneficia os consumidores. Isso é fundamental para o objetivo de criar opções financeiras mais inclusivas para o mundo.

Seção 03

O Blockchain Libra

O objetivo do Blockchain Libra é servir como uma base sólida para serviços financeiros, incluindo uma nova moeda global, que possa atender às necessidades financeiras diárias de bilhões de pessoas. Durante o processo de avaliação das opções existentes, decidimos criar um novo blockchain com base nestes três requisitos: 

  • Ter capacidade de escala para bilhões de contas, o que exige alta taxa de processamento de transação, baixa latência e um sistema de armazenamento eficiente e de alta capacidade. 
  • Ser altamente seguro, para garantir a segurança dos fundos e dos dados financeiros. 
  • Ser flexível, para fortalecer a governança do ecossistema Libra, bem como inovações futuras em serviços financeiros. 

O Blockchain Libra foi desenvolvido do zero para atender holisticamente a esses requisitos, tomando como base os conhecimentos acumulados em projetos e pesquisas existentes, uma combinação de abordagens inovadoras e técnicas já dominadas. A próxima seção destacará três decisões sobre o Blockchain Libra: 

  1. Criação e uso da linguagem de programação Move. 
  2. Uso de uma abordagem de consenso com Tolerância a Falhas Bizantinas (BFT). 
  3. Adoção e reafirmação de estruturas de dados de blockchain amplamente adotadas. 

O “Move” é uma nova linguagem de programação para implementar a lógica de transação personalizada e “contratos inteligentes” no Blockchain Libra. Como a meta do Libra é um dia servir bilhões de pessoas, o Move foi elaborado com alta prioridade em segurança e proteção. O Move obtém informações de incidentes de segurança ocorridos com contratos inteligentes até o momento e cria uma linguagem que torna inerentemente mais fácil escrever um código que atenda à intenção do autor, diminuindo o risco de erros ou incidentes de segurança não intencionais. Especificamente, o Move foi criado para impedir que os ativos sejam clonados. Ele ativa “tipos de recursos” que restringem ativos digitais às mesmas propriedades que têm os ativos físicos: um recurso tem um único proprietário, pode ser gasto apenas uma vez, a criação de novos recursos é restrita. A linguagem Move também facilita comprovações automáticas de que as transações satisfazem determinadas propriedades, como transações de pagamento apenas alterando os saldos da conta do pagador e do recebedor. Com a priorização desses recursos, o Move ajudará a manter o Blockchain Libra seguro. Tornando o desenvolvimento do código de transação essencial mais fácil, o Move permite que a implementação das políticas de governança do ecossistema Libra, como o gerenciamento da moeda de Libra e da rede de nós validadores, ocorra de forma segura. O Move acelerará a evolução do protocolo Blockchain Libra e qualquer inovação financeira desenvolvida com base nele. Prevemos que a capacidade dos desenvolvedores de criar contratos será disponibilizada com o tempo, para auxiliar a evolução e validação do Move. 

Para facilitar o acordo entre todos os nós validadores sobre a escolha de quais transações serão executadas e em que ordem, o Libra Blockchain adotou a abordagem BFT usando o Protocolo de Consenso LibraBFT. Essa abordagem garante a confiança na rede, porque os protocolos de consenso BFT são desenvolvidos para funcionar corretamente, mesmo se alguns nós validadores (até um terço da rede) estiverem comprometidos ou falharem. Essa classe de Protocolos de Consenso também permite uma alta taxa de processamento da transação, baixa latência e uma abordagem mais energeticamente eficiente ao consenso do que a “prova de trabalho” usada em outros blockchains. 

Para armazenar as transações de forma segura, os dados no Blockchain Libra são protegidos por árvores de Merkle, uma estrutura de dados usada por outros blockchains e que permite a detecção de alterações nos dados existentes. Diferentemente de blockchains anteriores, que veem o blockchain como um conjunto de blocos de transações, o Blockchain Libra é uma única estrutura de dados que registra o histórico das transações e dos estados. Essa implementação simplifica o trabalho dos aplicativos que acessam o blockchain, permitindo a leitura de qualquer dado em qualquer ponto no tempo e a verificação da integridade desses dados usando uma estrutura unificada. 

O Blockchain Libra opera com pseudônimos e permite que os usuários mantenham um ou mais endereços não vinculados à identidade deles no mundo real. Essa abordagem é familiar para muitos usuários, desenvolvedores e entidades reguladoras. A Associação Libra acompanhará a evolução da rede e do protocolo Blockchain Libra, bem como continuará avaliando novas técnicas que aumentam a privacidade no blockchain e considerando questões relativas à praticidade, escalabilidade e impacto regulamentar. 

Para obter mais detalhes, leia o documento técnico sobre o Blockchain Libra. Informações detalhadas também estão disponíveis na linguagem de programação Move e no Protocolo de Consenso LibraBFT. Disponibilizamos em código aberto uma prévia do testnet do Libra, com documentação complementar. O testnet está em desenvolvimento, e as APIs estão sujeitas a alterações. Nosso compromisso é trabalhar abertamente com a comunidade. Esperamos que você possa ler, desenvolver e fornecer feedback.

Seção 04

Moeda e reserva Libra

Acreditamos que o mundo precisa de uma moeda digitalmente nativa e global que reúna os atributos das melhores moedas do mundo: estabilidade, baixa inflação, ampla aceitação global e fungibilidade. A moeda de Libra foi projetada para ajudar nessas necessidades globais, com o objetivo de expandir a forma como o dinheiro funciona para mais pessoas em todo o mundo. 

O Libra foi criado para ser uma criptomoeda digital estável, que será totalmente lastreada por uma reserva de ativos reais, a Reserva Libra, e apoiada por uma rede competitiva de câmbios para compra e venda de Libra. Isso significa que qualquer pessoa que possuir Libra terá um elevado nível de garantia de que poderá converter sua moeda digital em moeda local com base em uma taxa de câmbio, exatamente como ocorre com a troca de uma moeda por outra durante uma viagem. Essa abordagem é semelhante à maneira como outras moedas foram introduzidas no passado, ou seja, para ajudar a gerar confiança em uma nova moeda e obter uma adoção ampla durante sua apresentação, havia a garantia de que as notas de um país pudessem ser trocadas por ativos reais, como o ouro. Em vez de apoiar o Libra com ouro, a moeda será lastreada por um conjunto de ativos de baixa volatilidade, como depósitos bancários e títulos públicos de curto prazo em moedas de bancos centrais estáveis e de boa reputação. 

É importante destacar que nem sempre um Libra poderá ser convertido para o mesmo valor em uma determinada moeda local (isto é, o Libra não tem paridade cambial com uma única moeda). Em vez disso, à medida que o valor dos ativos subjacentes muda, o valor de um Libra em qualquer moeda local pode flutuar. No entanto, os ativos da reserva estão sendo escolhidos para minimizar a volatilidade, para que os proprietários de Libra possam confiar na capacidade da moeda de preservar seu valor ao longo do tempo. Os ativos na Reserva Libra serão mantidos por uma rede de custódia global geograficamente distribuída com classificação de crédito em grau de investimento, de modo a oferecer segurança e descentralização dos ativos. 

Os ativos por trás do Libra são a principal diferença entre ele e as várias criptomoedas existentes que não têm um valor intrínseco e, por isso, têm preços que flutuam de forma significativa com base nas expectativas. O Libra é uma criptomoeda. Em virtude disso, herda várias propriedades atrativas dessas novas moedas digitais: a capacidade de enviar dinheiro rapidamente, a segurança da criptografia, além da liberdade de transmitir fundos internacionalmente com facilidade. Assim como as pessoas usam seus telefones para enviar mensagens para os amigos em qualquer lugar no mundo, com o Libra será possível fazer o mesmo com dinheiro, de forma instantânea, segura e com baixo custo. 

Os juros dos ativos da reserva serão usados para cobrir os custos do sistema, garantir taxas de transação baixas e apoiar um maior crescimento e adoção. As regras para a alocação de juros sobre a reserva serão definidas antecipadamente e supervisionadas pela Associação Libra. Os usuários do Libra não recebem uma devolução da reserva. 

Para obter outras informações sobre a política da reserva e os detalhes da moeda de Libra, leia mais aqui.

Seção 05

A Associação Libra

Para tornar a missão do Libra uma realidade, ou seja, uma infraestrutura financeira e uma moeda global simples que confere poder a bilhões de pessoas, o Blockchain Libra e a Reserva Libra precisam de uma entidade administradora que inclua membros diversos e independentes. Essa entidade administradora é a Associação Libra, uma organização de membros independente e sem fins lucrativos, com sede em Genebra, na Suíça. A associação busca ser uma instituição internacional neutra, e a opção pelo registro na Suíça deve-se ao histórico desse país de neutralidade e abertura global para a tecnologia blockchain. A associação foi criada para facilitar a operação do Blockchain Libra; para coordenar o acordo entre seus intervenientes (os nós validadores da rede) em sua busca por promover, desenvolver e expandir a rede; e para gerenciar a reserva. 

A associação é governada pelo Conselho da Associação Libra, composto por um representante por nó validador. Juntos, esses representantes tomam decisões sobre a governança da rede e da reserva. Inicialmente, o grupo será composto por Membros Fundadores: empresas, organizações internacionais e sem fins lucrativos, e instituições acadêmicas de todo o mundo. Todas as decisões são levadas ao conselho, e grandes decisões políticas ou técnicas exigem dois terços dos votos, a mesma maioria absoluta da rede exigida no Protocolo de Consenso BFT. 

Por meio da associação, os nós validadores mantêm o alinhamento com o mapa técnico da rede e as metas de desenvolvimento. Nesse sentido, ela é semelhante a outras entidades sem fins lucrativos, geralmente na forma de fundações, que administram projetos de código aberto. Como o Libra depende de uma comunidade cada vez mais distribuída de colaboradores de código aberto para se promover, a associação é um veículo necessário para estabelecer orientação sobre quais protocolos ou especificações desenvolver e adotar. 

A Associação Libra também serve como a entidade por meio da qual a Reserva Libra é gerenciada. Assim, a estabilidade e o crescimento da economia Libra são alcançados. A associação é a única parte que pode criar (cunhar moedas) e destruir (queimar) Libra. As moedas são cunhadas somente quando os revendedores autorizados as compram da associação com ativos fiduciários para respaldar totalmente as novas moedas. As moedas são queimadas apenas quando os revendedores autorizados vendem a moeda de Libra para a associação em troca de ativos subjacentes. Como os revendedores autorizados sempre poderão vender moedas de Libra para a reserva a um preço equivalente ao valor do cesto, a Reserva Libra age como um “comprador de último recurso”. Essas atividades da associação são governadas e restritas por uma Política de Gerenciamento de Reserva que pode ser alterada apenas pela maioria absoluta dos membros da associação. 

Nos primeiros anos da rede, deverão ocorrer ações adicionais em nome da associação: o recrutamento dos Membros Fundadores para servirem como nós validadores; o design e a implementação de programas de incentivo para estimular a adoção do Libra, incluindo a distribuição de incentivos para Membros Fundadores; e o estabelecimento do programa de subsídios de impacto social da associação. 

Uma meta adicional da associação é desenvolver e promover um padrão de identidade aberta. Acreditamos que a identidade digital portátil e descentralizada é um pré-requisito para a inclusão financeira e a concorrência.

Um objetivo importante da Associação Libra é impulsionar o aumento da descentralização ao longo do tempo. Essa descentralização garante a existência de menos barreiras à entrada tanto para criadores como para usuários da rede, além de aprimorar a resiliência do ecossistema Libra a longo prazo. Como discutido acima, a associação desenvolverá um caminho para a governança sem permissão e o consenso na rede Libra. O objetivo da associação será iniciar essa transição dentro de cinco anos, o que levará à redução gradual da dependência dos Membros Fundadores. Com o mesmo espírito, a associação busca minimizar a dependência de si mesma como administradora da Reserva Libra. 

Para ver outros detalhes sobre a Associação Libra, leia mais aqui.

Seção 06

Quais são os próximos passos para o Libra?

Hoje, estamos publicando este documento que mostra nossas metas para o Libra, e lançando o libra.org como um local central para a associação e tudo o que está relacionado ao Libra. Ele continuará sendo atualizado nos próximos meses. Também estamos disponibilizando o código para o Blockchain Libra e lançando o testnet inicial do Libra para que os desenvolvedores possam experimentar e criar. 

Há muito a ser feito antes do lançamento no primeiro semestre de 2020. 

  • O Blockchain Libra: nos próximos meses, a associação trabalhará com a comunidade para reunir feedback sobre o protótipo do Blockchain Libra e prepará-lo para a produção. Em particular, o foco desse trabalho será garantir a segurança, o desempenho e a escalabilidade do protocolo e da implementação. 
    • A Associação Libra elaborará APIs bem documentadas e bibliotecas para permitir que os usuários interajam com o Blockchain Libra. 
    • A Associação Libra criará uma estrutura para o desenvolvimento colaborativo da tecnologia por trás do Blockchain Libra usando a metodologia de código aberto. Serão criados procedimentos para discussão e análise das alterações no protocolo e no software de suporte do blockchain. 
    • A associação realizará um teste completo do blockchain, executando desde testes do protocolo até a construção de testes completos da rede em colaboração com entidades como serviços de carteiras e câmbios, para garantir que o sistema esteja funcionando antes do lançamento. 
    • A associação trabalhará para promover o desenvolvimento da linguagem Move e determinar um caminho para que terceiros criem contratos inteligentes assim que o desenvolvimento da linguagem estiver estabilizado, após o lançamento do ecossistema Libra. 

Junto com a comunidade, a associação pesquisará os desafios técnicos no caminho para um ecossistema sem permissão, para que possamos cumprir o objetivo de começar a transição dentro de cinco anos a partir do lançamento. 

  • A reserva: 
    • A associação trabalhará para estabelecer um grupo regulamentado e geograficamente distribuído de custodiantes institucionais globais para a reserva. 
    • A associação estabelecerá os procedimentos operacionais para a reserva, de modo a interagir com os revendedores autorizados e garantir alta transparência e capacidade de auditoria. 
    • A associação criará políticas e procedimentos que estabelecerão como ela poderá mudar a composição do cesto da reserva. 
  • A Associação Libra: 
    • Trabalharemos para ampliar o Conselho da Associação Libra para aproximadamente 100 membros diversos e geograficamente distribuídos, todos servindo como nós validadores iniciais do Blockchain Libra. 
    • A associação desenvolverá e adotará um contrato abrangente e um conjunto de estatutos com base na estrutura de governança proposta atualmente. 
    • Recrutaremos um diretor executivo para a associação e trabalharemos com ele para continuar a contratação da equipe executiva. 
    • Identificaremos o impacto social de parceiros alinhados com nossa missão e trabalharemos em conjunto com eles para estabelecer um Conselho Consultivo para Impacto Social, assim como um programa de impacto social.

Seção 07

Como participar

A associação prevê um ecossistema vibrante de desenvolvedores criando aplicativos e serviços para estimular o uso global do Libra. A associação define o sucesso como permitir que qualquer pessoa ou empresa global tenha acesso justo, sustentável e instantâneo ao próprio dinheiro. Por exemplo, sucesso significará que uma pessoa que trabalhe no exterior tenha uma forma fácil e simples de enviar dinheiro para a família, e que um estudante universitário possa pagar o aluguel tão facilmente quanto comprar um café. 

Nossa jornada está apenas começando, e estamos pedindo a ajuda da comunidade. Se você acredita no que o Libra poderia fazer por bilhões de pessoas ao redor do mundo, compartilhe sua perspectiva e participe. Seu feedback é necessário para tornar a inclusão financeira uma realidade para as pessoas de todos os lugares. 

  • Se você for um pesquisador ou desenvolvedor de protocolos, uma prévia do testnet do Libra está disponível sob a licença de código aberto do Apache 2.0, com documentação complementar. Isso é apenas o começo do processo, e o testnet ainda é um protótipo em desenvolvimento. No entanto, você pode ler, desenvolver e fornecer feedback imediatamente. Como o foco atual é estabilizar o protótipo, o projeto pode ser inicialmente mais lento para receber contribuições da comunidade. Porém, estamos comprometidos com a criação de um processo de desenvolvimento orientado para a comunidade e com a abertura da plataforma para os desenvolvedores, começando com solicitações pull, assim que possível. 
  • Se quiser conhecer a Associação Libra, leia mais aqui
  • Se sua organização estiver interessada em se tornar um Membro Fundador ou se candidatar para subsídios de impacto social da Associação Libra, leia mais aqui

A associação trabalhará com a comunidade global nos próximos meses e continuará a fazer parcerias com decisores em todo o mundo para promover a missão.

Seção 8

Conclusão

A meta do Libra é: ser uma moeda estável construída sobre um blockchain de código aberto seguro e estável, lastrada por uma reserva de ativos reais e administrada por uma associação independente. 

Nossa esperança é criar mais acesso a serviços financeiros melhores, mais baratos e abertos, sem importar onde você está, onde mora, o que faz ou quanto tem. Reconhecemos que o caminho para chegar a esse ponto será longo, difícil e que ele não será alcançado isoladamente. Será necessário união e a formação de um movimento real em torno desse objetivo. Esperamos que você se una a nós para transformar esse sonho em realidade para bilhões de pessoas em todo o mundo.

  • 1Best Buy. "AT&T prepaid Alcatel CAMEOX device purchase". Bestbuy.com. Disponível em: https://www.bestbuy.com/site/at-t-prepaid-alcatel-cameox-4g-lte-with-16gb-memory-cell-phone-arctic-white/6008102.p?skuId=6008102 (Acessado em: 15 de maio de 2019).

  • 2A. Demirgüç-Kunt, L. Klapper, D. Singer, S. Ansar e J. Hess. The Global Findex database 2017: Measuring financial inclusion and the fintech revolution. World Bank Group, 2018. Acessado em: 15 de maio de 2019. Globalfindex.worldbank.org. [Online]. Disponível em: https://globalfindex.worldbank.org/sites/globalfindex/files/2018-04/2017%20Findex%20full%20report_0.pdf

  • 3OECD. Mobile phones: Pricing structures and trends. Paris, França: OECD Publishing, 2000, p. 67. [Online]. Disponível em: https://books.google.com/books?id=pcP84M_GBeoC&pg=PA6&lpg=PA6&dq=1999+price+SMS+europe& source=bl&ots=TIbwgZWCmj&sig=ACfU3U2Z_yRawxW78qVSVO_wHCtRupoqoA&hl=en&sa=X&ved=2ahUKEwjOmeG9tMHiAhVVFzQIHU8e BEMQ6AEwD3oECAkQAQ#v=onepage&q =SMS&f=false

  • 4Consumer Federation of America. "How payday loans work." Payday Loan Consumer Information (Informações do consumidor de empréstimos do dia de pagamento. Disponível:
    https://paydayloaninfo.org/facts (Acessado em: 19 de maio de 2019).

  • 5A. Demirgüç-Kunt, L. Klapper, D. Singer, S. Ansar e J. Hess. The Global Findex database 2017: Measuring financial inclusion and the fintech revolution. World Bank Group, 2018. Acessado em: 15 de maio de 2019. Globalfindex.worldbank.org. [Online]. Disponível em: https://globalfindex.worldbank.org/sites/globalfindex/files/2018-04/2017%20Findex%20full%20report_0.pdf

Glossário Libra

  • Blockchain

    A tecnologia que dá suporte à criptomoeda. Blockchain é uma tecnologia que pode armazenar com segurança registros de transações em uma rede peer-to-peer, em vez de fazê-lo em um local único. Servidores independentes em todo o mundo, chamados de nós, formam a rede que opera o blockchain.

  • Tolerância a Falhas Bizantinas (BFT)

    Tolerância a Falhas Bizantinas (BFT) é a capacidade de um sistema descentralizado de oferecer garantias de segurança na presença de falhas ou de membros "Bizantinos". Os Protocolos de Consenso Tolerância a Falhas Bizantinas (BFT) são desenvolvidos para funcionar corretamente, mesmo se alguns nós validadores (até um terço da rede) estiverem comprometidos ou falharem.

  • Protocolo de Consenso

    O Protocolo de Consenso permite que os nós cheguem coletivamente a um acordo sobre se devem aceitar ou recusar uma transação.

  • Criptomoeda

    Uma moeda digital que usa a criptografia para verificar e proteger transações financeiras.

  • Criptografia

    Uma ferramenta para proteger a integridade das informações que é um componente essencial da tecnologia blockchain.

  • Descentralizado

    Uma rede descentralizada é uma rede em que as informações são armazenadas em uma rede peer-to-peer distribuída, em vez de serem armazenadas em uma única localização.

  • Moeda digital

    Um tipo de moeda desenvolvida para ser usada no formato digital. Uma criptomoeda é uma moeda digital.

  • Moeda fiduciária

    Moeda fiduciária é um objeto (como uma cédula ou moedas de metal) que foi definido como dinheiro, geralmente por um governo.

  • Membros Fundadores

    Os Membros Fundadores da Associação Libra são um grupo de organizações confiáveis, diversificadas e geograficamente distribuídas que atuam como os nós validadores que operam o Blockchain Libra.

  • Governança

    Governança é a abordagem de tomada de decisões adotada pelos nós descentralizados em um blockchain.

  • Associação Libra

    A Associação Libra é uma organização de membros independente e sem fins lucrativos cujo objetivo é desenvolver o ecossistema Libra.

  • LibraBFT

    O Blockchain Libra usa o Protocolo de Consenso LibraBFT, adotando uma abordagem de Tolerância a Falhas Bizantinas para o consenso. Consulte "Protocolo de Consenso" e "Tolerância a Falhas Bizantinas" para ver mais detalhes.

  • Blockchain Libra

    Blockchain é uma tecnologia que pode armazenar com segurança registros de transações em uma rede peer-to-peer, em vez de fazê-lo em um local único. O Blockchain Libra foi desenvolvido desde o início para priorizar escalabilidade, a segurança e a eficiência no armazenamento e na taxa de processamento, além de futura adaptabilidade.

  • Libra Core

    Libra Core é o nome oficial da implementação de código aberto do protocolo Libra publicado pela Associação Libra. Este software é a primeira implementação do protocolo Libra e da linguagem Move.

  • Ecossistema Libra

    A coleção de entidades que participam da economia Libra, inclusive carteiras, corretoras, validadores, desenvolvedores, usuários e muito mais.

  • Reserva Libra

    Um cesto de moedas e ativos serão mantidos na Reserva Libra para cada Libra criado, gerando confiança em seu valor intrínseco. A Reserva Libra foi projetada para preservar o valor da moeda de Libra ao longo do tempo.

  • Árvore de Merkle

    A árvore de Merkle é um tipo de estrutura de dados autenticados que permite a verificação eficiente das atualizações e da integridade dos dados.

  • Move

    Move é o nome de uma nova linguagem de programação desenvolvida para tornar a programação com ativos digitais fácil e segura. O Move é usado para implementar contratos inteligentes e a lógica de transações personalizadas no Blockchain Libra.

  • Um nó é um computador ou servidor que opera o blockchain. Uma rede descentralizada é composta por muitos nós.

  • Código aberto

    Código aberto é um termo usado para softwares que disponibilizam gratuitamente o código-fonte original, para que ele possa ser distribuído e modificado.

  • Com permissão

    Em uma rede com permissão, uma entidade controla o acesso à rede e supervisiona quem pode operar um nó.

  • Sem permissão

    Em uma rede sem permissão, qualquer entidade que atender a determinados requisitos técnicos poderá acessar a rede ou operar um nó.

  • Contratos inteligentes

    Contrato inteligente é um termo que é geralmente usado para códigos publicados em um blockchain e que podem ser usados para executar transações. A linguagem de programação Move implementará contratos inteligentes no Blockchain Libra.

  • Subsídios de impacto social

    A Associação Libra estabelecerá um programa de subsídios de impacto social para apoiar a inclusão financeira.

  • Testnet

    O testnet é uma demonstração ao vivo de um protótipo inicial do software do Blockchain Libra.

  • Nós validadores

    Servidores independentes em todo o mundo, chamados de nós, formam a rede que opera o blockchain. Um nó de validador é uma entidade que valida o Blockchain Libra. Ele recebe solicitações de clientes e realiza o consenso, a execução e o armazenamento.